terça-feira, 23 de agosto de 2016

ADEUS....





COLD AS STONE


estou uma lástima,
uma destroço de vida
nada que me segure
ou sonho em que pendure

estou agora destroçado
do sonho feito pecado
coração em banho-maria
outro seria se te teria

psicadélica sensação
psicadélica devoção
psicadélica emoção
viver é obrigação.

Imortal no teu querer
pedaço insano do meu viver
agora que a linha acabou
já nada me resta para me entreter

rasga-me a lamina nas veias
em rio de sangue contado
em face sorridente recordado
castelo sem defesas ou ameias

essa treta de ser forte por fora
quando por dentro sou vácuo
essa léria de ser onde o riso mora
a verdade é que tudo é asco

psicadélica sensação
psicadélica devoção
psicadélica emoção
viver é obrigação.

obrigado a sentir
a cada minuto o Eu partir
de joelhos pouco devoto
eu que já não sei sorrir.

Adeus agora que parto
sem grande embaraço,
golpe dado num braço
até que a mente torne tudo baço

psicadélica sensação
psicadélica devoção
psicadélica emoção
viver é obrigação.


ADEUS....


Sem comentários:

Enviar um comentário